Novas tendências de negócios e prestação de serviços: COACHING e PSEUDO-ILUMINISMO.

Todo mundo na web já deve ter ouvido falar de Coaching, nem que tenha sido por algum de seus contatos ou qualquer outra postagem que tenha “brotado” em alguma rede social.

Para quem já ouviu e não entendeu o espírito da coisa, o Coaching tem por missão principalmente trabalhar o motivacional, o subconsciente, ou a mente de seu “consumidor final”.

De forma ética, tal prática exige correto estudo das características humanas, afim de que se abstraia, ao menos do ponto de partida, a possibilidade de se criar “sequelas” ou problematizações em certa verdade absoluta que será gravada na mente do até então “alienado” para tal conhecimento.

Imagem relacionada
Será que você vai mesmo ter boa performance nos negócios, seguindo “gurus” que só sabem vender o próprio Coaching?

Pensando justamente no lucro, na possibilidade de ganhos e outros interesses escusos, como popularidade, poder de publicidade, status ou holofotes, entre outros, pessoas que mal dominaram a prática do Coaching para si mesmos, saem de forma aventureira a oferecer pocket palestras, webinars, cursos e até mesmo criar canais com correntes de seguidores, para falar muito mais de suas próprias crenças do que a verdade científica ou abstrata, que possa se aplicar ao desenvolvimento verdadeiro de qualquer ser humano.

Porque se fala muito em Iluminismo e física quântica onde não existe sequer amplo domínio e respeito as leis universais já conhecidas milenarmente?

Além do Coaching para empreendedores, ou de desenvolvimento pessoal, uma prática que tem se desdobrado bastante, principalmente pelo interesse dos jovens que se fazem público também de series lunáticas, como muitas hoje oferecidas pelo Netflix, são as de pseudo escolas do “novo” Iluminismo.

Chamo de pseudo escolas, principalmente pelo fato de que estudando superficialmente sobre o assunto, qualquer um que não se apegue somente ao que dizem os tais gurus, poderá saber que grandes nomes reais do Iluminismo ou das ciências quânticas, viajaram o mundo, participaram de inúmeras organizações fechadas, isto é, onde foram profundamente analisados por verdadeiros mestres, foram testados e aprovados para obter tais conhecimentos, com base em suas capacidades de associar o que iriam adquirir como novas verdades, ou seja, não é tão simples e anti-ético, como doutrinar jovens ávidos pelo poder ou sucesso mitológico, ou não, do iluminismo. Acolhem uma sopa de informações contidas no Google, muitas vezes vazadas ou incompletas, resumidas e organizadas por “mestres de vendas” ou aventureiros que estão em busca de reconhecimento ou lucros.

Resultado de imagem para medico
Ser estudioso pode fazer qualquer um se tornar profundo conhecedor em medicina, mas o verdadeiro médico é aquele que além de estudar, tem coparticipação nas rotinas, além de profundos experimentos, até que esteja pronto.

Sem dúvida, seu guru iluminador adquiriu a maior parte de seus conhecimentos por conta própria, portanto, fechou as portas para ele ao verdadeiro conhecimento e agora pretende fazer o mesmo contigo. É claro que muitos deles dirão que participaram de movimentos ou participam de escolas ou ordens renomadas e acabaram criando esse “projeto” porque tinham convicções maiores. Sim por incrível que pareça, seu Guru sempre dirá ser maior que qualquer outro mestre existente na terra, muitas vezes fazendo um “sanduíche” com dois pães de humildade, um bom molho especial de coisas chocantes, recheado com imensa presunção.

Dificilmente alguém que se dedica a prática irrestrita de conhecer algo e para dominar um assunto, consegue domina-lo. A verdadeira ciência consiste em fazer experimentos, até que se tenha certeza na prática de que poderá retransmiti-los e nunca o contrário.

Existe um detalhe capcioso que se aplica a qualquer coisa que se faça nessa vida, que se chama curva de aprendizado. Falando de Iluminismo ou ainda de Coaching, devemos lembrar que esses tipos de ciências e conhecimentos envolvem a consciência de uma pessoa, portanto, não é tão simples quanto falar, falar e falar. Além de impressionar seu público, criarão novas cópias de si mesmo, propagando achismos como verdade absoluta do desconhecido, esse ciclo vicioso ocorre principalmente pela falta de prática.

Destaco ainda, que quem pratica algo realmente grandioso, não tem tempo e desejo de falar abertamente sobre suas experiências, pois se prepara e muito para retransmiti-las, quando domina-las perfeitamente, a pessoas que realmente estejam preparadas para receber seu conhecimento.

Resultado de imagem para SUCKER
A provabilidade daquele sujeito que você considera um idiota ser mais sábio do que seu guru é tão grande quanto a humildade que se precisa para aprender corretamente as coisas, sem gerar curvas ou achismo superior a correta prática.

Profissionalmente falando, conhecimento não é nada sem a sabedoria de como utiliza-lo. Isso se aplica a qualquer ciência, profissão e até mesmo aos bons religiosos, sabedoria consiste em dominar o conhecimento e quando ocorre o contrário, o mero acumulador de conhecimento começa a transbordar e destruir sua capacidade de agir de forma sábia fazendo o mesmo com aqueles que seguirem o seu caminho.

É claro que para tudo é necessário interesse e um prévio conhecimento, que te levará sim muitas vezes a pesquisas, e caso seu desejo real seja conhecer e dominar algo, mantenha-se receptivo e aberto a novas possibilidades de aprendizado, até que tenha oportunidades de praticar e ser guiado por verdadeiros mestres. Eles só aparecerão, depois que você se livrar de todos os falsos mestres, que te limitaram ou tentaram limitar.

Essa modalidade de negócio é promissora e ao mesmo tempo bastante imoral – beirando o perverso, quando mal realizada – pois não é tão simples, por exemplo, quanto vender um site mal feito, onde se perde no máximo dinheiro e a credibilidade do negócio. A má pratica do que envolve sua mente pode gerar perdas irreversíveis.

Comentários

    Deixe um comentário

    XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

    Vamos analisar o perfil do seu negócio na web para identificar o que pode ser melhorado no marketing digital